PR 3 –Vereda do Burro (Pico do Areeiro – Ribeira das Cales)

  • PR 3 –Vereda do Burro (Pico do Areeiro – Ribeira das Cales)
  • PR 3 –Vereda do Burro (Pico do Areeiro – Ribeira das Cales)
  • PR 3 –Vereda do Burro (Pico do Areeiro – Ribeira das Cales)
  • Fotografias

Percurso pedestre que estabelece a ligação entre o Pico do Areeiro e o centro de receção do parque Ecológico do Funchal, percorrendo áreas com flora e típicas das zonas de altitude da Madeira. 

Destaque ainda para a paisagem pelo Poço da Neve, construção singular do património regional. Para finalizar o percurso, a exploração do vale da Ribeira das Cales, proporciona a observação de alguma vegetação indígena que ladeia as suas margens e o acesso a pequenas cascatas e lagoas que fazem parte do curso de água.
O extremo superior do percurso situa-se a 1805 metros de altitude, um pouco abaixo do topo do Pico do Areeiro (1818 metros), que é o terceiro ponto mais alto da Ilha. Na parte inicial do percurso podemos observar uma ampla panorâmica sobe o vale da Ribeira do Cidrão, que conflui no Curral das Freiras com a Ribeira dos Socorridos e também do maciço montanhoso ocidental da ilha da Madeira, onde se destaca o planalto do Paul da Serra.
 
O Poço da neve é o ponto seguinte a visitar, a cerca de 1,7km após o início do percurso. É um reservatório datado de 1813, utilizado em tempos para armazenar neve e o granizo que caiam esporadicamente nas montanhas mais altas do Funchal. O gelo era utilizado nos hospitais, hotéis e fabrico de sorvetes até à primeira metade do século XX, altura em que apareceram as primeiras máquinas de fabrico de gelo na Madeira.  
 
A continuação do percurso até ao início da Ribeira das Cales é uma oportunidade para observar espécies caraterísticas de altitude, algumas muito raras entre a flora madeirense como a sorveira, Sorbus madeirensis, ou mais comum, como as urzes, Erica platycodon e Erica arbórea, a uveira -da -serra, Vaccinium padifolium e algumas árvores, como o perado, Ilex perado e o loureiro, Laurus novocanariensis. Nestas áreas são facilmente observadas várias aves passeriformes sendo as mais comuns o corre-caminhos, Anthus berthelotti madeirenss, e o bis-bis, Regulus madeirensis.  
 
O vale da Ribeira das Cales é a descoberta seguinte por um carreiro que alterna entre a margem esquerda na parte inicial e continua pela margem direita até à aproximação ao Centro de Receção do Parque Ecológico do Funchal.
Detalhe Distância: 7,2 km Dificuldade: Fácil Duração: 2h40 m Início/Fim: Pico do Areeiro / Ribeira das Cales - Receção Parque Ecológico do Funchal Altitude min/máx: 1805 m / 1130 m

Downloads

Informação Importante

Por favor, leia esta informação informações e recomendações sobre os passos a ter antes de efectuar as caminhadas
Adicionar À sua viagem Download   Trail Brochure Voltar
Partilhar
Youtube Flicker RSS ISSUU
World´s Leading Island Destination 2018 - WTA Award Descubra Madeira Região Autónoma da Madeira SRTC