Informações aos Visitantes (COVID 19)

Última Atualização: 30/03/2020 (18h00)

 

 

A Madeira tem neste momento quarenta (40) casos positivos de COVID-19, cento e setenta (170) casos suspeitos em estudo, e 792 casos suspeitos negativos até à data.
Neste momento, existe um registo de 1670 casos em vigilância ativa.


O Governo Regional anunciou mais medidas restritivas, algumas em particular, para o Setor do Turismo. Consulte o Comunicado do Governo Regional em: https://www.madeira.gov.pt/ 

 
Dado o Estado de Emergência em que vivemos significa a necessidade de confinamento de toda a população, como forma de conter a propagação do COVID-19. No caso da Região Autónoma da Madeira, as entradas no território, via aeroportos, serão reduzidas ao mínimo e estritamente inadiáveis.
 
  • Neste momento, vigora o regime de isolamento social obrigatório para todos os passageiros desembarcados nos aeroportos da Região, incluindo residentes na Região, impondo-se a obrigação de permanência numa infraestrutura específica, para cumprimento do confinamento obrigatório, de 14 dias, no respetivo quarto.
     
  • Considerando os constrangimentos que daí resultarão para os não residentes que se encontrarem na Região Autónoma da Madeira, recomendamos a tomada de decisões que permitam evitar maiores constrangimentos a todos os envolvidos.
 
Assim:
 
  • Aconselha-se a que estabeleçam contactos com as respetivas companhias aéreas, operadores turísticos, ou agentes de viagens para ajustar os respetivos regressos.
     
  • Na existência de dificuldade no estabelecimento daquele contacto, devem recorrer às respetivas representações diplomáticas.
 
Serve de igual forma o presente para informar que os passageiros que desembarcam nos aeroportos da Região Autónoma da Madeira estão sujeitos, neste momento, ao controlo da temperatura e à obrigação do preenchimento do inquérito que permite aferir o seu estado de saúde relativamente ao COVID-19.
 
Havendo evidências que o passageiro apresente sintomas associados ao COVID-19 é prontamente encaminhado, conforme o protocolo do IASAUDE.
 
 
As empresas de animação turística, agências de viagens e operadores marítimo turísticas estão suspensos de toda e qualquer atividade de animação turística, nomeadamente excursões, passeios, visitas guiadas, entre outras.
 
A acrescer a estas atividades, estão também encerrados todos os jardins e parques, percursos pedestres e todos os pontos de atração turística, nomeadamente,  Museus, teleféricos e carros de cesto.
 
São apenas permitidos transfers para o Aeroporto, com a lotação máxima de 50% do transporte.
 
Os portos e marinas da Região Autónoma da Madeira também se encontram encerrados. 
 

A Madeira foi a primeira região de Portugal a ter um Plano de Contingência para Infeções Emergentes: COVID-19, apresentado a 03 de Fevereiro de 2020, um documento que está continuamente a ser atualizado.
 
 
Como medida de deteção precoce todos os empreendimentos turísticos e alojamento local terão de aplicar obrigatoriamente um Questionário de Avaliação do Risco e Deteção Precoce aquando do primeiro contacto com todos os seus hóspedes.

Com este "Questionário" pretende-se avaliar, na chegada dos hóspedes, o seu historial de viagem ou de residência, associado à existência de sintomas, nomeadamente, tosse, febre e dificuldade respiratória. 

Consulte o cartaz com as recomendações de saúde sobre o COVID-19 em: https://covidmadeira.pt/
 
Para mais informações, consulte o Microsite do IASAÚDE com atualizações periódicas relativamente a este assunto: https://covidmadeira.pt/
 
 
 
 
 
Youtube Flicker RSS ISSUU
World´s Leading Island Destination 2019 - WTA Award Descubra Madeira Região Autónoma da Madeira SRTC